13.9.13

A conhecer Trás-os-Montes e Alto Douro

A Bernarda já visitou em família algumas cidades, a maioria portuguesas, naturalmente, mas também espanholas e holandesas. Por norma, cheias de movimento, com grandes centros comerciais e ricas em diferentes culturas. Enfim, num passo tão acelerado, com tantos elementos apelativos, que por vezes é difícil saborear tudo o que têm de bom para experienciar.
Eu própria vivo bem ao ritmo citadino, mas adoro repousar de tanta informação bem próximo da Natureza. A qualidade de vida passa por ter momentos assim.
Decidimos passar uns dias em Trás-os-Montes, num lugar onde o tempo passa devagar e as preocupações desvanecem na paisagem a perder de vista.
A B. entreteve-se na viagem entre sonos longos, desenhos animados e a leitura que lhe fiz, O Principezinho foi a escolha desta vez.
As temperaturas de agora são bem mais agradáveis para passeios com bebés e ainda permitem usufruir das piscinas dos hotéis e praias fluviais, tal como temos feito.
Em Cerva encontrámos uma das casas de Camilo Castelo Branco, um dos meus autores favoritos.
Visitámos ainda o Parque Natural da Serra do Alvão, paisagem das fotografias.
 
O vestido que usou neste dia, embora já o tivesse há algum tempo, foi uma estreia. Uma peça adequada a diversas ocasiões, incluindo as mais festivas. O modelo estava disponível em diferentes versões monocromáticas, mas assim que vi este adorei-o. O tecido estampado Toile de Jouy, é dos meus preferidos e tem imensas aplicações além da roupa, como integrado na decoração. Teve origem em França, numa cidade perto de Versalhes, chamada Jouy-en-Josas no séc. XVIII. É caracterizado por estampas de imagens clássicas de camponeses, animais, flores, piqueniques e fazendas. Um must-have na decoração, um clássico a usar em tecidos, papel de parede ou porcelanas. Mais tarde, mostrarei algumas das peças em que tenho esta estampa presente. 
 
 
Vestido DOT
Chapéu H&M
♥Acompanhe o blog Bernarda no facebook aqui ♥

2 comentários:

  1. O Principezinho é um dos meus livros preferidos :)
    Já o li várias vezes e acho que faz sentido em qualquer idade.
    O vestido é muito fofinho e combina muito bem com a paisagem de natureza!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É realmente um livro que pode ser lido em diferentes idades e vamos tendo uma nova perspetiva sobre ele.
      Gostei do vestido assim que o vi e a paisagem é lindíssima. Uma prova física subir até ao cimo:).
      Beijinhos

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...